APROVEITE JÁ E FAÇA SUAS COMPRAS NA LOJA PARCEIRA MERCANTIL ESTRELA!

APROVEITE JÁ E FAÇA SUAS COMPRAS NA LOJA PARCEIRA MERCANTIL ESTRELA!

sexta-feira, 23 de março de 2018

CAMPO GRANDE OU AUGUSTO SEVERO? POPULAÇÃO PODE DECIDIR NAS ELEIÇÕES QUAL O NOME DA CIDADE.

Com os nomes oficiais de Campo Grande e Augusto Severo, cidade fica na região Oeste potiguar (Foto: Diego Moicano/CG na Mídia).


O pleito de 2018 poderá ser diferente para os eleitores de Campo Grande neste ano: além de escolher os seus candidatos, pode ser que a população da cidade também tenha que votar sobre a mudança do nome oficial do município. Campo Grande fica na região Oeste potiguar e, para os órgãos da esfera federal, está registrada oficialmente com o nome de Augusto Severo. A duplicidade gera problemas à administração municipal, dificultando o recebimento de recursos da União.

Segundo conta Wagner Souza, vereador da cidade, o distrito foi criado com a denominação de Campo Grande, pela resolução provincial nº 17, de 31 de outubro de 1837, subordinado ao município de Caraúbas.

O vereador afirma que, em setembro de 1858, a Lei provincial nº 114 transformou a localidade em cidade, ainda com o mesmo nome. “Interesses políticos, entretanto, fizeram com que essa Lei fosse derrogada através de outra lei provincial a de nº 601, de 05 de março de 1868, que extinguiu a vila, passando Campo Grande à simples posição de distrito do recém-criado município de Caraúbas”, conta.

Dois anos mais tarde, em maio de 1870, uma nova lei emancipara novamente Campo Grande, agora com o nome de Triunfo. Triunfo que atualmente já é outra cidade, Triunfo Potiguar, um desmembramento de Campo Grande. A complicação não para por aí.

Novo plebiscito

Em razão disso, os vereadores Vagner Souza e Nilson Júnior enviaram uma Representação da Câmara Municipal de Campo Grande à Assembleia Legislativa, reportando a necessidade de tentar sanar o problema que tem gerado confusão e prejuízos ao município.

A AL aprovou à unanimidade o Projeto de Lei (PL) de autoria do deputado Hermano Morais, que altera a toponímia de Augusto Severo para Campo Grande. Depois disso, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, desembargador Dilermando Mota Pereira, pediu ao presidente do TSE a realização de um plebiscito durante as eleições de 2018, com o objetivo de dar fim a duplicidade nominal. O TRE agora aguarda a autorização do TSE para a realização.

Do *G1 RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário